Luchspfad (Caminho do Lince) (Baden-Baden)

O regresso do Lynx lynx, que é o nome científico do lince, faz progressos: encontram-se cada vez mais provas e vêm-se também ocasionalmente animais a passar. Mas ainda se passaram alguns anos até se ter desenvolvido uma população permanente capaz de sobreviver na Floresta Negra. O território de um lince vai até 100 quilómetros quadrados - O Norte da Floresta Negra é adequado como habitat a estes felinos tímidos, pois tem à disposição grandes áreas florestais interligadas. O iniciador do primeiro Caminho Alemão de Linces é o Nabu Baden-Württemberg juntamente com a cidade de Baden-Baden.

O caminho aventureiro aberto em julho de 2009 passa por florestas, nas quais o lince se sentiria bem. O caminho com quase 4 km é uma experiência na natureza para qualquer pessoa que goste de caminhar. Sobretudo famílias com crianças são atraídas pelo acesso divertido e o guia simpático do trajeto.

O lema é "deslizar – espreitar – audição bem afiada". Vai-se por caminhos tortuosos, sobre rochedos e pontes estreitas pela floresta da cidade de Baden-Baden juntamente com o "ourelha tipo pincel", como o lince é chamado devido ao seu tufo de cabelo preto e comprido nas orelhas. 20 Estações interativas transformam o Luchspfad numa aventura emocionante. Todos os sentidos são estimulados: as crianças podem observar, escutar, deslizar, saltar e adivinhar. Os adultos podem tirar prazer da natureza em grande parte intacta, ler quadros informativos com textos curtos e simples e ajudar as crianças no quiz. Destacam-se os telescópios para observar possíveis predadores, um funil de audição com vozes de animais, bem como, uma instalação mundial de salto em altura.

Mais ou menos a meio caminho encontra-se um grande espaço de repouso com assentos e jogos. No novo Centro Informativo do Luchspfad, os visitantes ficam a saber tudo sobre o felino que fora erradicado da Floresta Negra há quase 200 anos. Até pode tirar um diploma de lince. O Luchspfad passa por trilhos estreitos, por vezes sobre pedra. O circuito com cerca de quatro quilómetros, inclusive uma pausa, requer cerca de quatro horas. Pressupõe-se um bom estado físico e um calçado resistente. Os carrinhos de crianças e cadeiras de rodas não podem passar neste caminho.

Começa no parque de estacionamento na Schwarzwaldhochstraße (B 500) no Hotel Plättig, ou no Schlosshotel "Bühlerhöhe", onde também começa o caminho selvagem. A partir de Baden-Baden sai a linha de autocarro regional 245 (Mummelsee) várias vezes ao dia para as terras altas, a saída é na paragem de autocarro Bühlerhöhe/Plättig.

O Luchspfad está aberto todo o ano. No caso de forte vento ou neve é proibido fazer este trajeto. A entrada é livre. Quem quiser doar dinheiro para a preservação do caminho, tem na cabana informativa uma caixa.

Mais informações também na Internet em www.luchspfad-baden-baden.de